Homeopatia

 

O essencial da Filosofia Homeopática

Homeopatia define-se como uma ciência de cura criada pelo Dr. Samuel Hahneman (1755 – 1843), que consiste na utilização de remédios obtidos por sucessivas diluições e sucções, em doses infinitesimais, capazes de produzir num homem saudável os sintomas da doença que se pretende tratar.

  

As premissas da Homeopatia

· A utilização de remédios semelhantes cuja acção é sobejamente conhecida dos homeopatas;

· O tratamento individualizado da patologia de um paciente;

· O uso de um só e simples medicamento, de cada vez, de modo a evitar a interacção medicamentosa;

· O uso de medicamentos potencializados de modo a actuarem sob a energia vital do paciente;

· A identificação da influência miasmática;

· A diferenciação entre a natureza essencial da doença e as formas em que se manifesta.

 

Como funciona

Definição de ser humano: é um ser vivo, racional, que cresce, locomove-se, propaga-se, comunica e tem a capacidade de alterar o meio ambiente

O homem manifesta-se em três níveis:

Mental que corresponde em homeopatia ao Princípio Vital

Emocional que corresponde em homeopatia à Força Vital

Físico que corresponde em homeopatia à Energia Vital

O que mantém o homem vivo? A sua energia vital.

O medicamento homeopático vai funcionar sobre a energia vital, actuando sobre o sistema imunitário, restaurando a saúde do indivíduo.

 

Conceito de Doença

Doença é a alteração do estado de saúde. "É o desequilíbrio da função integrada do organismo" (Dr. Michael Weiner). Que se expressa não só no nível físico, como também nos níveis emocional, mental e espiritual, ou seja, não é o aparecimento de dores, feridas, moléstias, etc., na maioria das vezes, basta uma simples contrariedade, uma irritação, um stress para que a doença se manifeste.

 

Conceito de Saúde

A OMS define saúde como um estado de completo bem-estar físico, psíquico e social, e não a ausência de doenças.

O conceito holístico diz-nos que a saúde é o funcionamento harmonioso do corpo, da emoção, da mente e do nosso espírito. Saúde é um estado de liberdade.

Liberdade para cumprir as actividades do dia-a-dia, para trabalhar, para se divertir, para conviver com os nossos semelhantes.

Liberdade para aceitar as diferenças...

 

Causas mórbidas

Tudo, mesmo TUDO que nos possa perturbar, seja a nível mental (uma apresentação de trabalho), seja a nível emocional (uma discussão acalorada) ou a nível físico (uma digestão lenta). E tudo é susceptível de nos incomodar. E com esse incómodo persistente e as vãs tentativas de ignorá-lo, começa a manifestar-se determinada sintomatologia.

 

Leis da Homeopatia


A importância da Lei da Cura

Foi o Dr. Hering que formulou a lei da cura, após ter observado ao longo dos anos, o seu processo, ou seja, quando o paciente aparece em consulta queixa-se de um conjunto de sintomas distribuídos pelos seus níveis de manifestação. O nível mental, como está afectado o seu pensamento, raciocínio e discernimento. O nível emocional, como estão as suas emoções: o stress, irritabilidade, impaciência, etc. O nível físico as queixas propriamente ditas, as dores, as insuficiências, os excessos, etc.

A cura começa de cima para baixo, de dentro para fora (dos órgãos mais profundos para os mais superficiais), na inversão do aparecimento dos sintomas (os primeiros sintomas a desaparecerem são os últimos a aparecerem, e assim sucessivamente).

O facto de observarmos a lei da cura em acção no paciente dá-nos a certeza de que estamos no bom caminho, ou seja, estamos a curar efectivamente o paciente e não a suprimir os sintomas.

MUITO IMPORTANTE é necessário saber os limites daquilo que é curável nas doenças.


Matéria Médica

A Matéria Médica Homeopática é a compilação de todos os sintomas experimentados pelos "provadores", ou seja, a patogenesia dos medicamentos homeopáticos.


Conclusão

Hoje em dia já é possível através da física quântica provar que o medicamento homeopático não é água ou açúcar como costumam dizer. A Prof. Alexandra Delinick no seu livro "A Scientific Handbook of Homeopathic Medicine" descreve precisamente essa teoria.